terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

A discreta flor da bromélia Barba de Pau.

A Barba de pau (Tillandsia usneoides) é uma planta epífita (apóia-se em outras plantas se ser parasita) encontrada em ambientes úmidos e ensolarados. Nas Matas de Galeria, aquelas que se formam nas margens de rios e arroios, cânios ou outros locais com abundância de água, seja de chuva ou umidade do ar, são os locais preferidos desta planta. Como não se fixam ao solo, toda a água que necessitam é extraída do ar, seja da umidade ou da chuva.


Com o formato de uma cabeleira esbranquiçada, os talos da Barba de pau se entrelaçam e se penduram em galhos, troncos, fios de cercas ou qualquer suporte que lhe permita captura da luz do sol e a umidade do ar, vitais para a sua sobrevivência, já que a partir da água, gás carbônico e da energia do sol, fazem a fotossíntese, ou seja, alimento orgânico.


O que pouca gente sabe é que esta é uma planta superior, ou seja, produz flor, semente e fruto. Devido ao fato de extrair do ar aonde vive todos os seus nutrientes, a Barba de Pau é considerada uma planta bio indicadora de qualidade do ar, ocorrendo apenas naqueles locais com pouca ou nenhuma carga de poluição atmosférica. Assim, onde tem Barba de Pau, tem um ar de boa qualidade.


Veja no detalhe a pequenina flor amarela da Barba de Pau. Ela surge em dezembro e para ser vista temos que prestar atenção aos ramos e procurar com atenção. Observe também as escamas epidérmicas que existem nos talos (folhas) que servem, entre outras coisas, para capturar a água da chuva ou da umidade do ar.

9 comentários:

Dani disse...

E eu que nem sabia que tinha essa flor na barba de pau. Coisa de gente bem urbana mesmo.
Parabéns pelo blog. As fotos são ótimas.
Abraços,
Daniela Travi

Lisi disse...

Prof. Vitinho: Barba de pau é o mesmo que Barba de bode? Ou é outra planta? Conheço também por este nome, mas nunca soube se era a mesma coisa... Parabéns pelo blog! Bjão, sds, Lisi.

Anônimo disse...

Pode dizer-me onde posso adquirir um exemplar? É que em Portugal não consigo encontrar. Cumprimentos.

betina disse...

super esta fotos, parabéns.

neco martins disse...

Gostaria de perguntar se o excesso de barba de pau numa planta pode prejudicá-la sendo assim preciso promover o desbaste. Agradeço a informação.
necomar@gmail.com

Vitor Hugo Travi disse...

Bom dia Neco. Relativo a tua pergunta, somente em casos extremos recomenda-se a remoção da barba-de-pau.

Anônimo disse...

a barba de pau é uma praga ou de proteção ambiental?? Carla Brasil

RONALDO MONZO disse...

BOM DIA! TENHO NOTADO QUE AS ÁRVORES QUE SERVEM DE APOIO À BARBA DE PAU, APRESENTAM GALHOS SECOS E MUITAS VEZES ATÉ MORREM DEVIDO À PRESENÇA DESTA BROMÉLIA.CASUALMENTE ESTOU EM FRENTE À UMA ENORME FIGUEIRA, NA CIDADE DE TAPES/RS E ME PARECE QUE A MESMA ESTA MORRENDO.ESTA MINHA OBSERVAÇÃO TEM FUNDAMENTO? GRATO.

Vitor Hugo Travi disse...

Respondendo a Carla Brasil e ao Ronaldo Monzo. A barba de pau não é uma praga em, em situações normais, não causa dano a planta hospedeira. Ela apenas vive ali para se posicionar melhor em relação aos ventos e a luz do sol, já que não possui caule para ficar ereta. Não conheço caso de que a barba de pau tenha matado o hospedeiro, mesmo porque ela não é parasita em nenhum grau. Pode ocorrer da figueira que te referes estar com algum tipo de problema que a esteja afetando e a barba de pau apenas vai ocupando os espaços.